Crónicas do autor:

NOTA DE FECHO

Uma recapitalização frustrada

Com as quedas dos últimos dias, as ações do BCP têm sido transacionadas em Bolsa por um valor próximo dos dois cêntimos. Partindo da avaliação que é feita pelos mercados, o BCP vale à cotação atual 1150 milhões de euros que comparam com 1800 milhões ...
Nota de Fecho

Uma porta cada vez mais estreita

O ranking da Competitividade Mundial 2016 que acaba de ser publicado pelo IMD veio evidenciar a fragilidade da situação económica. Ao perder três posições, Portugal regride em competitividade, sem comprometer a possibilidade de melhorar novamente a ...

Microempresas e megassolução

O exemplo era dado nas aulas de História na instrução primária. Perante a devastação causada pelo terramoto de 1755, o primeiro-ministro de então estabeleceu a prioridade na frase que ficou célebre: “Há que cuidar dos vivos e enterrar os ...
Nota de fecho

O terrorismo de volta

A semana da Páscoa foi assinalada de forma trágica pelos atentados terroristas de Bruxelas. que aumentaram o total de vítimas dos ataques sucessivos em várias capitais europeias.

Um novo Presidente

Com a tomada de posse de Marcelo Rebelo de Sousa completou-se o início de um novo ciclo político. A mudança de Presidente da República segue-se à eleição do Parlamento em outubro passado, que apoia o atual Governo.

Sem solução à vista

Nos seus relatórios periódicos, o FMI tem alertado para a necessidade de reestruturação da dívida das empresas portuguesas. Na perspetiva dos técnicos do FMI, é necessário e urgente encontrar uma solução para a dívida das nossas empresas, onde ...

Um pós-“troika” cinzento

A saída limpa do Programa de Assistência em maio de 2014 sugeria que a saída da “troika” seria o início de um novo ciclo de crescimento e o regresso a uma situação de normalidade. Mas, apesar da correção de vários desequilíbrios e da ...

Até ao próximo ano…

Estamos a despedir-nos de 2015 e a entrar no Novo Ano. A acalmia em termos de grandes acontecimentos que costuma caracterizar a quadra natalícia foi este ano contrariada pela resolução inesperada do Banif.

Páginas